Home :: Contato :: Revista :: Mapa do Site
Login:
Senha:
Esqueceu sua senha?

Saúde Ocupacional & Qualidade de Vida:
Saúde e trabalho, parceria obrigatória.

O trabalho, como forma de obter algum retorno pela aplicação de uma atividade, teve início tão logo o homem descobriu que sementes jogadas na terra frutificavam e podiam ser tanto um meio de subsistência pessoal quanto de troca por outros produtos.

Esta descoberta fez com que os seres humanos deixassem de ser nômades e, assim como as raízes, se fixassem em pedaços demarcados de terra – sítios, vilarejos – onde plantavam, colhiam os frutos, construíam suas casas, constituíam suas famílias.

Paralelamente, foram sendo criados os vários níveis sociais, surgindo a idéia de que povos colonizados poderiam ser utilizados como mão de obra gratuita e descartável, tendo-se iniciado um grande comércio mundial de escravos.

O trabalho então passou a ser realizado por estes seres humanos, que viviam em condições extremamente precárias e morriam de causas naturais e laborais, sem que ninguém se importasse.

Os mineiros, no início da Era Cristã, e por muito tempo depois, morriam extremamente jovens, com os pulmões corroídos pelo pó dos minérios, especialmente a sílica – causadora da silicose e câncer de pulmão. No entanto, esta relação não era estabelecida, considerando-se a falta de importância dos escravos, que podiam ser facilmente substituídos.

Em 1700 um médico italiano – Bernardino Ramazzini – faz pela primeira vez a associação entre o trabalho e o adoecimento, contribuindo também para o entendimento de que a soma da saúde de cada indivíduo era, no final, a saúde de uma população, permitindo que a Saúde Pública desse seus primeiros passos.

Até hoje Ramazzini é considerado o pai da Medicina do Trabalho, entre outros motivos por ter sido o primeiro a fazer ao paciente, oficialmente, a seguinte pergunta: - Qual é a sua ocupação?

Hoje, a Saúde Ocupacional – que engloba a Medicina e a Segurança do Trabalho – é uma ciência e uma arte que estende sua visão em direção a todas as fronteiras da saúde e da segurança, ampliando os seus limites para tudo que diga respeito ao bem estar do ser humano.

Desta forma, ao avaliar o indivíduo em seu ambiente de trabalho, a Medicina e a Segurança procuram entender esta pessoa como um ser uno, que se desloca de casa para o trabalho, que tem família, amigos, alegrias, problemas, ansiedades.

Alimenta-se bem ou não, exercita-se ou não, sente-se bem em seu ambiente de trabalho, em sua vida pessoal, emocional, espiritual... Enfim, hoje, a Medicina e a Segurança do Trabalho não estão mais restritas ao mundo laboral de cada trabalhador.

O alcance se tornou muito maior: é necessário avaliar o impacto de cada dimensão da vida humana no dia a dia de quem trabalha, assim como promover sua inserção em um meio ambiente sadio.

Rio de Janeiro - Av. Presidente Vargas, 529 - 20º andar - Centro - RJ - Cep 20071-004 - Tel. (21) 2117-3995
São Paulo - Praça Dom José Gaspar, 30 - 7º andar - Centro - SP - Cep 01047-010 - Tel. (11) 5627-3500

Intermédica Sistema de Saúde S/A © 2014. Todos os direitos reservados.